DietaeDicas

15 alimentos que regulam a tireóide de forma natural

Alimentos que regulam a tireóide
alimentos que regulam a tireóide

Camarões, ovos, chocolate amargo. Para proteger e permitir o funcionamento ideal da tireóide, colocamos no cardápio esses alimentos ricos em selênio, iodo e vitamina D. Veja a lista completa.

Verdadeiro condutor do organismo, a tireóide é responsável por regular a atividade do coração, dos músculos, do sistema nervoso e até do aparelho digestivo. A glândula tireóide está envolvida em particular no metabolismo básico. 

Isto é: no número de calorias que o corpo queima em repouso, regulação térmica (é a tireóide que "regula" a temperatura do corpo), freqüência cardíaca, processo de digestão, renovação óssea.

Hipertireoidismo

Quando a tireóide está acelerada, isso é chamado de hipertireoidismo. Esta patologia (que corresponde, portanto, ao hiperfuncionamento da glândula) afeta entre 5 a 20 pessoas em cada 1000, principalmente mulheres com idades compreendidas entre os 20 e os 40 anos. O hipertireoidismoé caracterizada por palpitações cardíacas, tremores, perda de peso, sudorese excessiva, diarreia e / ou hipertensão.

Hipotireoidismo

Tipos de tireóide
Tipos de tireóide

Por outro lado, quando a tireóide está lenta, falamos de hipotireoidismo : esse hipo-funcionamento da glândula se manifesta por fadiga anormal, calafrios, depressão (ou sintomas depressivos), pele e cabelos secos, constipação e ganho de peso. No Brasil, 5% das mulheres sofrem de hipotireoidismo, que é mais frequente após os 40 anos. Saiba mais sobre alimentação para quem tem problemas na glândula tireóide.

Cuidados

Para cuidar da tireóide no dia a dia, uma alimentação saudável e balanceada é essencial: é preferível escolher alimentos orgânicos, opte por um cozimento suave (crus ou a vapor para preservar os nutrientes) e evite açúcares refinados (que prejudicam a função tireoidiana). Por outro lado, eliminamos os chamados alimentos goitrogênicos, ou seja, que inibem a captação de iodo pela glândula tireóide (repolho, mandioca, milho ...). 

Lista com os Principais Alimentos

Alimentos rico em selênio para regular a tireóide
Alimentos para regular a tireóide

Privilegiar alimentos ricos em iodo, selênio e vitamina D, três elementos essenciais para o bom funcionamento da tireóide, às vezes ajuda a evitar o uso de medicamentos. Veja os 15 alimentos mais recomendados para a saúde da tireóide.

1 - Castanha do Pará

Uma única castanha do Pará contém 95 microgramas de selênio, um oligoelemento antioxidante essencial para a produção dos hormônios tireoidianos. Isso é mais do que os 70 microgramas diários recomendados para homens e os 55 microgramas recomendados para as mulheres! Um "impulso nutricional" para adotar sem demora.

2 - Ovos

Os ovos (e, em particular, a clara do ovo) contêm tirosina: este aminoácido é necessário para a produção dos hormônios da tireóide e, portanto, para o bom funcionamento da glândula tireóide. Melhor ainda: no corpo, a tirosina é produzida naturalmente a partir da fenilalanina, outro aminoácido ... que também se encontra nos ovos! Assim, 100 g de ovo contém 685 mg de fenilalanina e 502 mg de tirosina.

3 - Camarões

100g de camarões contêm 195 microgramas de iodo, que é mais do que os 150 microgramas recomendados por dia para adultos. Atenção: se as algas são hiper-ricas em iodo, seu consumo deve ser moderado, pois o excesso de iodo também faz mal à tireóide.

4 - Lentilhas

Lentilhas, favas, grão de bico, feijão... As leguminosas são ricas em ferro com, em média, 2,8 mg de ferro por 100 gramas. No entanto, o ferro contribui para a síntese dos hormônios tireoidianos por participar da atividade enzimática. Em adultos, os médicos recomendam consumir 10 mg de ferro por dia para homens e 16 a 20 mg para mulheres.

5 - Iogurtes

Os iogurtes naturais são uma boa fonte de iodo e, ao tomar leite enriquecido com vitamina D, que a tireóide precisa para funcionar adequadamente, você pode evitar possíveis deficiências.

6 - Cogumelo shiitake

O shiitake cozido e o shiitake seco são excelentes fontes de selênio. Mas tome cuidado para não consumir cru.

7 - Peixe oleoso

Alimentos ricos em iodo para tireóide
Alimentos ricos em iodo para tireóide

Os peixes oleosos (atum, sardinha, cavala, etc.) são particularmente ricos em iodo. Considere colocá-lo no menu pelo menos duas vezes por semana.

8 - Fígado

100g de fígado de porco fornecem 18mg de ferro (ou seja, mais do que a ingestão diária recomendada para adultos), 100g de fígado de vitela fornecem 12mg de zinco (ou seja, toda a ingestão recomendada por dia para adultos) enquanto 100g de fígado de vitela ou 100g de fígado bovino ou de frango mais do que cobrem a ingestão diária recomendada de vitaminas A e B2.

9 - Chocolate amargo

O magnésio que contém está envolvido nas (muitas) reações enzimáticas que permitem o funcionamento da glândula tireóide. É idealmente escolhido superconcentrado em cacau: 100 g de chocolate preto contêm entre 150mg e 400mg de magnésio. Para as mulheres, a dose diária recomendada é de 360mg.

10 - Amêndoas

Aqui está um lanche saudável e de baixa caloria: as amêndoas contêm um nível interessante de cálcio, cuja deficiência pode promover uma desregulação da glândula tireóide. Para consumir 1 g de cálcio necessário por dia, você precisará comer 400 gramas de amêndoas ou 100 gramas de Comté ou 200 gramas de sardinha!

11 - Sementes de abóbora

Este superalimento é rico em zinco: este oligoelemento antioxidante é essencial para o bom funcionamento da tireóide e não é armazenado no corpo. 100 gramas de sementes de abóbora fornecem 7,6 mg de zinco: a ingestão diária recomendada para adultos é de 15 mg. Você também pode optar por sementes de gergelim com os mesmos benefícios.

12 - Levedura de Cerveja

Esse alimento (que substitui facilmente o fermento em pó ou o fermento de padeiro em doces e salgados) é hiper-rico em vitaminas do grupo B, essenciais para a síntese dos hormônios tireoidianos. Assim, 100g de levedura de cerveja contém 12 mg de vitamina B1 e 38 mg de vitamina B3.

13 - Óleo de gérmen de trigo

Fácil de encontrar em lojas de produtos orgânicos, o óleo de gérmen de trigo é usado principalmente em temperos ou como suplemento alimentar. Para a tireóide, é um grande aliado, pois é rico em vitamina E (22 mg por colher de sopa, ou toda a ingestão diária recomendada para adultos) e zinco. Observação: este óleo contém glúten.

14 - Óleo de fígado de bacalhau

Alimentos ricos em Vitamina D
Alimentos ricos em Vitamina D

Pela sua riqueza em vitamina D3, é claro: o óleo de fígado de bacalhau contém cerca de 150 µg por cápsula de 500 mg. E se você gosta de fígado de bacalhau em lata, saiba que ele também é rico em iodo, essencial para o bom funcionamento da tireóide.

15 - Manga

A manga ajuda a estimular a tireóide cansada, graças à ingestão de vitamina A.