DietaeDicas

6 erros para evitar em uma dieta de proteína

Erros em uma dieta de proteína
erros em uma dieta de proteína

O que a dieta Atkins, a dieta Dukan e a dieta Paleo têm em comum? Todas são dieta de proteína! A única preocupação: muitas pessoas erroneamente pensam que seguir uma dieta protéica tem tudo a ver com comer carne. Aqui estão os 6 erros a evitar ao seguir uma dieta rica em proteínas.

As dietas com proteínas estão em alta há muitos e muitos anos. Na verdade, comer uma grande quantidade de proteínas permite que os músculos cresçam, se reparem e mantenham seu metabolismo elevado. Além disso, é ótimo para cabelo, hormônios, ossos e pele.

Mas, como sempre, é fundamental lembrar de tomar precauções ao mudar sua dieta.

1 - Escolher as proteínas erradas

É imperativo ter cuidado com as fontes de proteína que você consome, pois algumas podem ser surpreendentemente prejudiciais à sua saúde.

Na verdade, nem todos os alimentos protéicos são criados iguais. Enquanto salmão, frango e carne bovina, por exemplo, são proteínas muito nutritivas, as carnes processadas  são carregadas com aditivos e conservantes que podem ser prejudiciais à saúde. 

Alguns estudos tendem a mostrar que o alto consumo de carnes processadas causa várias doenças, principalmente do coração.

2 - Não diversificar as fontes de proteína

Quando dizemos “proteína”, imediatamente pensamos em carne. Mas é óbvio (e felizmente!) Não é a única fonte de proteína. Embora muitas pessoas pensem que as dietas com proteínas são uma boa desculpa para comer apenas carne, aves e peixes, elas não são os únicos alimentos que você pode comer.

Feijões, sementes, lentilhas estão entre os alimentos que mais contêm proteínas, mas também são ricos em nutrientes essenciais ao organismo. Portanto, varie sua dieta.

3 - Comer muita proteína

Como você pode ver, as proteínas são essenciais para uma boa saúde. Mas, como tudo, eles devem ser consumidos com moderação. Caso contrário, o consumo excessivo de proteínas pode ter efeitos nocivos à sua saúde.

Se você comer mais proteína do que seu corpo precisa, as quantidades em “excesso” serão armazenadas como gordura em seu corpo, levando a um ganho de peso significativo. A proteína também pode forçar os rins a trabalharem mais, o que pode interferir na função renal, especialmente em pessoas que já têm problemas renais.

4 - Não beber água suficiente

Um dos maiores erros, quando você segue uma dieta de proteína. Um pouco de biologia: Quando consumimos proteína, ela é decomposta pelo organismo em aminoácidos que contêm um composto chamado "nitrogênio". E quando o nitrogênio está presente em excesso no corpo, ele é evacuado com os fluidos.

É por isso que é importante aumentar sua ingestão de água quando você está em uma dieta rica em proteínas. O objetivo? Para evitar a desidratação, especialmente se você for fisicamente ativo durante a dieta.

5 - Remover os outros grupos de alimentos

Só porque você está em uma dieta rica em proteínas não significa que você tenha que esquecer completamente os outros grupos de alimentos! Embora a proteína seja um grupo de alimentos chave na dieta rica em proteínas (lógico você poderia dizer), ela não é o único grupo alimentar a ser considerado.

Carboidratos como frutas, vegetais e grãos inteiros, por exemplo, são carregados com antioxidantes, vitaminas, minerais e fibras, os quais desempenham papéis essenciais na manutenção da saúde. Ao mesmo tempo, as gorduras saudáveis ​​ajudam a fornecer energia ao corpo, melhoram a absorção de nutrientes e promovem o crescimento celular.

Portanto, focar apenas nas proteínas e negligenciar esses outros nutrientes essenciais pode aumentar o risco de deficiências nutricionais e pode ter efeitos adversos para a saúde ao longo do tempo.

6 - Não fazer exercícios

Esporte e proteína: é a combinação perfeita! Portanto, se você faz uma dieta com proteínas, também precisa ter certeza de que faz atividade física.

A proteína é absolutamente essencial para o crescimento muscular. No entanto, seguir uma dieta rica em proteínas não será suficiente para melhorar o crescimento muscular e o seu desempenho físico. A menos que esta dieta seja combinada com uma rotina regular de exercícios.

Em qualquer caso, antes de iniciar uma nova dieta, converse com um profissional de saúde!