Marcia Limma
Marcia Limma Redatora - Redação
emagrecimento saudável
emagrecimento saudável

Agora, me diga, por que tanta gente desiste logo no começo ou após alguns dias e semanas da dieta? O que falta para incentivá-las a não parar logo no primeiro obstáculo e continuar a seguir um estilo de viver com equilíbrio e saúde?

Adpubbn

Talvez a chave para o seu sucesso durante o processo de emagrecimento vá muito além de menos comida e mais atividade. A seguir está uma lista de 8 verdades que quase ninguém te conta sobre perder peso com saúde:

1. A perda de peso exige um compromisso

Em outras palavras e correndo o risco de ser clichê, a verdade é que isso é como tudo na vida. Há a necessidade de se comprometer com um objetivo e seu prazo de conquista. No caso da perda de peso é preciso ser confiante e ter um compromisso com sua própria qualidade de vida.

Embora você possa querer ter alguns quilos menos de uma hora para outra, mas isso não, tristemente sinto em informar, não vai acontecer... hoje. Mas isso pode acontecer ao longo de alguns meses. Perda de peso também pode ser um contrato de longo prazo. 

2. A perda de peso tem planejamento

Você sabe o que você precisa comer todos os dias e tem uma escolha, certo? Isso quer dizer que você pode optar por ir àquela famosa rede de fast food com seus colegas da faculdade, por exemplo, ou comer um almoço saudável preparado por você mesmo.

Esta rede e tantas outras que oferecem comidas não saudáveis, sabem que você vai voltar para casa cansado no final do dia e não quer cozinhar. O que você vai fazer? A sua escolha recairá certamente nos seus objetivos.

Preste atenção se esta escolha faz parte de seu planejamento de perda de peso saudável. Você sabe o que comer e conhece a si mesmo: planeje com antecedência o que irá comer.

3. O controle sobre o que acontece em suas refeições é crucial

Ao jantar fora você não tem controle sobre a quantidade de manteiga ou óleo contido naquele menu que veio parar em seu prato com aquela massa riquíssima em carboidrato que irá certamente te atrapalhar a perder peso. Você sabe muito bem que essas coisas engordam e restaurantes vão usá-las no preparo da comida. Em sua casa, você controla seu fogão e geladeira.

4. Exercício ajuda a perder peso e também a mantê-lo

Na verdade, na medicina alternativa chinesa, por exemplo, existe o que poderíamos chamar de movimento. Todo o excesso de carga de peso é considerado um acúmulo de tecido molhado. O movimento é crucial para dissolver a acumulação; este movimento é uma espécie de auto-medicação, que restaura o fluxo em seu corpo.

Ele também acelera o metabolismo e melhora a digestão. Você não tem que praticar um esporte olímpico. Basta dar uma caminhada, andar de bicicleta ou brincar ao ar livre.

5. As pessoas ao redor você podem ajudar ou destruir sua determinação

Se você pretende perder peso você precisa estar cercado por pessoas que desejam apoiá-lo e não alguém que está tentando derrubar suas metas ao te oferecer constantemente alimentos como chocolate e cheesecake ou pessoas que te colocam para baixo, que destroem sua autoestima (atenção à relacionamentos abusivos!).

Se a sua família não gosta da maneira que você come, encontrar um amigo ou colega de trabalho que pode atuar como sua pequena, mas significativa, equipe de suporte.

6. Você pode comer os alimentos que você ama e ainda perder peso

Basta comer menos e com menos frequência. Você não vai perder peso se você comer todos os brownies, todas barras de chocolate branco, todas pizzas, todos os bolos de cenoura de sua mãe em todos os momentos, mas um bolo de chocolate de vez em quando vai ajudá-lo a não perdê-las.

Lembre-se da virtude do equilíbrio: é preciso saciar-se e não empanturrar-se. E se tiver algum deslize, corrija-o e volte à dieta.

7. A digestão é importante na perda de peso

Na medicina chinesa, mais uma vez usada como por exemplo, se a sua digestão é pobre, é mais provável que o acúmulo de gordura será quase certeiro no abdômen e coxas. Como você pode dizer se a sua digestão tem um bom ritmo?

Azia, dores de estômago, uma grande quantidade de gases e de ruído na barriga (os roncos do estômago, por exemplo), a sensação de cansaço após uma refeição, os desejos de comida, fezes mais moles ou constipação, náuseas e falta de apetite são sinais de que sua digestão pode precisar de ajuda. Acupuntura, terapia e até mesmo um chá metabolizador são boas opções para corrigi-la.

8. Você precisa comer boa comida

Isso significa que é preciso ter um monte de legumes, cereais integrais e alguma proteína em cada refeição. Esqueça os alimentos hiper-processados, cheios de produtos químicos, geneticamente modificados, tratados com hormônios prejudiciais ao nosso corpo tão frágil, carregados de açúcar encontrados no supermercado.

Procure alimentos que foram cultivados ou animais que foram atendidos sem a ajuda de produtos químicos, pesticidas, antibióticos, hormônios, e todos os tipos de coisas sobre o rótulo. Leia e se instrua, veja o que está ingerindo e botando dentro de seu próprio corpo.

Você iria ingerir um remédio sem ler a bula? Se sim, cuidado para não parar no hospital por auto-medicação. E no caso da alimentação saudável, não tem jeito: você realmente é o que você come.