Dieta e Dicas

Dieta anticelulite conselhos nutricionais para superar a celulite

Não há cura milagrosa para a celulite. Entretanto, combinada com exercícios regulares, uma dieta anticelulite pode ser uma aliada formidável na remoção da celulite. Certos nutrientes promovem a remoção de gordura, drenagem e circulação linfática. Confira!

dieta anticelulite, dieta anticelulite simples, dieta anticelulite como fazer, alimentos contra celulite, dieta anticelulite cardapio

Dependendo do tipo de celulite, várias dietas são recomendadas. Entre os principais tipos de celulites que incomodam a maioria das mulheres estão: celulite adiposa, celulite edematosa e celulite fibrosa.

Dieta para combater a celulite adiposa

Quem fala em celulite adiposa, fala em excesso de gordura. Comemos muito, então armazenamos as calorias extras em forma de gordura. A única solução: reduzir a ingestão de gordura e açúcar. Limitamos as gorduras saturadas: frios, carnes vermelhas, queijos, salgadinhos e pratos industriais que excedam 6g de gordura por 100g.

O açúcar refinado, que eleva os triglicerídeos, deve ser substituído por açúcares com baixo índice glicêmico, como os pães escuros, de centeio ou cereais, que são ricos em fibras: três a quatro fatias no café da manhã e uma fatia na hora do almoço, se você não comer alimentos ricos em amido. 

Limite-se a um ou dois pedaços de fruta por dia. Cuidado com sucos e smoothies de frutas frescas, que contam como duas ou três frutas. Não beba mais de uma bebida por dia. A pior armadilha? Açúcar escondido em refeições de baixo teor de gordura ou 0%. 

No almoço e no jantar, você deve comer um prato "equilibrado": um terço de alimentos ou legumes com amido, um terço de proteínas animais ou vegetais e um terço de vegetais. Como um lanche, coma cerca de dez amêndoas não salgadas, ricas em ácidos graxos essenciais.

Dieta para combater a celulite edematosa

Alimentos anticelulite
Alimentos para combater a celulite

Até as mulheres mais magras podem sofrer de celulite edematosa, devido ao excesso de água nas células. Alimentos ricos em potássio drenante, como pepino, aspargos, erva-doce, alho-poró ou cebola, são preferidos, mas sempre comê-los cozidos. Cuidado com sopas e vegetais crus que promovem a retenção de água.

Ao meio-dia e à noite, consumimos proteínas de origem animal ou vegetal e evitamos alimentos que promovam a retenção de água. Primeiro o sal, que se infiltra nos tecidos. Os maiores fornecedores deste sensor de água? O pão, o molho de soja, as salsichas, a mostarda e todos os pratos industriais. 

O ideal: não ultrapasse 6g de sal por dia e use sais menos ricos em sódio.

Dieta para combater a celulite fibrosa

Mais compacta e dura, com aspecto de casca de laranja, tanto gordurosa quanto líquida, a celulite fibrosa é mais complicada de desalojar. Uma dieta antiágua e anti-gordura pode melhorá-la, mas sem fazê-la desaparecer completamente. Somente sessões de massagem, como palpação e rolagem, farão as fibras da derme cederem.

O foco está nos alimentos anti-inflamatórios, porque embora a celulite não seja, a rigor, uma inflamação, o excesso de gordura é. Portanto, favorecemos produtos ricos em ômega 3, tais como peixes oleosos ou óleos de nozes, fibras, açúcares de baixo índice glicêmico, ervas e especiarias, gengibre e cúrcuma. 

Evite os alimentos pró-inflamatórios: ácidos graxos, como batatas fritas e bolos, ácidos graxos saturados e carboidratos com alto índice glicêmico.