DietaeDicas

Semaglutida: uma esperança no tratamento da obesidade

Semaglutida
semaglutida

A semaglutida (Ozempic), um medicamento injetável, geralmente usado em dose menor para o tratamento do diabetes tipo 2, de acordo com um estudo publicado em fevereiro de 2021 no New England Journal for Medicine, pode ser eficaz para perda de peso.

Nos últimos anos, cada vez está se tornando mais comum o uso de certos medicamentos antidiabéticos no tratamento da obesidade. Em ensaios clínicos, a Semaglutida permitiu que pacientes com sobrepeso ou obesidade perdessem de 10 a 15% do peso total ao longo de um ano ou mais.

Como Funciona

O medicamento contém um composto estruturalmente semelhante (que imita) ao hormônio peptídeo-1 semelhante ao glucagon (GLP-1), que é liberado no sangue pelo intestino após as refeições. Diminui a fome e aumenta a sensação de saciedade por atuar no sistema cerebral de regulação do apetite. Assim, reduz a ingestão de calorias.

Mas cuidado para não se enganar: se este medicamento é uma opção para ajudar a emagrecer, deve estar associado a determinados esforços em termos de alimentação saudável, atividade física.

Mecanismo de Ação

A semaglutida é um análogo do GLP-1 exibindo 94% de homologia com o GLP-1 humano. Ele atua como um agonista do receptor GLP-1, que se liga e ativa seletivamente o receptor GLP-1, o alvo do GLP-1 nativo. O GLP-1 é um hormônio fisiológico com diversos efeitos na regulação da glicose e do apetite, bem como no sistema cardiovascular. Os efeitos sobre a glicose e o apetite são mediados especificamente por meio dos receptores de GLP-1 no pâncreas e no cérebro.

A semaglutida reduz o açúcar no sangue de uma forma dependente da glicose, estimulando a secreção de insulina e reduzindo a secreção de glucagon quando o açúcar no sangue está alto. O mecanismo de redução do açúcar no sangue também causa um ligeiro atraso no esvaziamento gástrico na fase pós-prandial inicial. Na hipoglicemia, a semaglutida diminui a secreção de insulina sem alterar a secreção de glucagon.

A semaglutida reduz o peso corporal e a gordura corporal ao reduzir a ingestão de energia, levando a uma redução geral do apetite. Além disso, a semaglutida reduz a preferência por alimentos com alto teor de gordura.

Os receptores de GLP-1 também são expressos no coração, sistema vascular, sistema imunológico e rins.

A semaglutida tem um efeito benéfico sobre os lípidos plasmáticos, diminui a pressão arterial sistólica e reduz a inflamação, de acordo com estudos clínicos. Em estudos com animais, a semaglutida reduz o desenvolvimento da aterosclerose, prevenindo a progressão da placa aórtica e reduzindo a inflamação na placa.

Indicação

A semaglutida é indicado em adultos para o tratamento da diabetes tipo 2 insuficientemente controlada como adjuvante da dieta e da atividade física.

Efeitos Colaterais

Estudos mencionam efeitos colaterais, incluindo náuseas, diarréia, vômitos e prisão de ventre. Outros testes de cinco anos estão em andamento para determinar se a perda de peso pode ser sustentada.