Remédios para Emagrecer mais Usados

Conheça os principais remédios para emagrecer mais utilizados no mundo! Manipulados ou vendidos somente com receita e liberado pela ANVISA.

Remédios para Emagrecer mais Usados
Remédios para Emagrecer mais Usados

Sobrepeso é um dos grandes problemas da atualidade, em parte devido a maus hábitos alimentares e também devido ao sedentarismo, muitas pessoas atualmente passam o dia trabalhando sentados e se alimentando muito mau com uma dieta repleta de carboidratos (geralmente de alto índice glicêmico). A forma mais indicada para se combater a obesidade é realmente uma boa reeducação alimentar e atividade física, porém há uma grande quantidade de pessoas que busca a ajuda de remédios para emagrecer.

Quando digo remédios para emagrecer estou me referindo realmente a medicamentos e não a suplementos alimentares, os suplementos são relativamente seguros para consumo uma vez que são liberados pela ANVISA para venda e também que se respeite as doses recomendadas pelo fabricante. Os remédios para emagrecer por sua vez podem oferecer uma série de riscos para a saúde e devem sempre ser utilizados sob a orientação de seu médico.

A seguir poderá ver uma lista com os remédios para emagrecer mais usados no mundo, mas lembre-se de que não estou de forma alguma indicando que use qualquer um destes remédios, é apenas a título de conhecimento e só deverá utilizar qualquer um destes remédios para emagrecer com consentimento e supervisão de seu médico.

Lista do Remédios para Emagrecer mais Usados!

A seguir poderá conferir quais são os remédios para emagrecer mais consumidos e também saber um pouco mais sobre como cada um destes remédios atua em seu organismo para promover o emagrecimento.

Sibutramina 

sibutramina é uma substancia que age diretamente no sistema nervoso central como um inibidor de apetite, sendo ideal para quem quer emagrecer a qualquer custo. A sibutramina é comercializada em farmácias somente com a apresentação da receita medica, pois seus efeitos colaterais são graves e precisam ser acompanhando por um medico. A dificuldade para se conseguir essa substancia, fez com que se tornasse muito procurada no mercado ilegal de medicamento para emagrecer, tornando-o um dos remédios para emagrecer mais procurado no Brasil.

Hoodia

Existe uma espécie de cacto na Namíbia e na Angola (Hoodia gordonii), amplamente divulgado como sendo um poderoso moderador de apetite. Não há comprovação científica de sua real eficácia. Teoricamente se tiver determinada quantidade de Hoodia em seu organismo poderá ficar sem comer durante dias. Existem até mesmo adesivos com o princípio ativo de Hoodia que podem ser utilizados na pele.

Hydroxycut

O Hydroxycut é divulgado e vendido como acelerador metabólico e também como um supressor do apetite. Se tornou muito popular devido ao fato deque possui efedrina em sua composição. Esta substância está sob venda controlada no Brasil desde 1969 e nos EUA a venda da substância foi proibida em 2003. Vale lembrar que apesar de se dizer que é um queimador de gorduras comprovado na verdade não há comprovação científica disto.

Trimspa

Também vendido como supressor do apetite, em sua formulação há Hoodia gordoniie também estimulantes como a cafeína e a teobromina. Esta mistura de supressor de apetite e estimulantes é uma das mais utilizadas em produtos emagrecedores.

Cortislim (Relacore)

Estes não são diretamente remédios feitos para emagrecer, na verdade são destinados ao controle hormonal (nomeadamente a redução de cortisol). O Cortisol é conhecido como o hormônio do estresse, algumas pesquisas apontam para uma ligação entre os níveis de estresse e o acúmulo de gordura abdominal, a teoria seria que ao reduzir o estresse (com a redução do Cortisol) também se diminui o acúmulo de gordura.

Stacker 2

Este é um termogênico poderoso, ao aumentar a temperatura corporal o metabolismo acelera, com isto há uma maior queima de calorias e consequentemente a mobilização de gordura corporal como fonte de energia.

Propolene

Este age através de seu principal componente, o glucomannan, este ativo age absorvendo água e formando uma massa gelatinosa em seu estômago, esta massa traz a sensação de saciedade mesmo sem comer. Geralmente se utiliza 1g de glucomannan com 1 copo de água antes das principais refeições, assim fazendo com que coma menos.

Zantrex-3

Este é vendido como um suplemento energético e também queimador de gordura, possui uma formulação com 3 diferentes tipos de cafeína com uma concentração muito alta por pílula (cerca de 300mg). Justamente sua grande concentração é a causa de diversos efeitos colaterais associados ao uso de Zantrex.

Xenical

Este remédio evita que seu organismo absorva as gorduras presentes em sua alimentação, com isto já acaba reduzindo também a absorção de calorias em sua dieta. O inconveniente deste remédio é que caso não siga sua dieta EXATAMENTE como seu médico orientar o excesso de gordura poderá provocar diarreia.

Acomplia

Este é um remédio considerado como um medicamento avançado no combate ao sobrepeso e obesidade. Utiliza receptores canabinóides (contidas na Maconha). É um medicamento recente no Brasil e de venda controlada.

Embora existam diversos relatos favoráveis de pessoas que utilizaram estes medicamentos para emagrecer vale lembrar que nem todos contam com comprovação científica de sua eficácia, assim como também não há estudos amplos de seus possíveis efeitos colaterais e riscos para a saúde. Caso realmente esteja com muita dificuldade para emagrecer mantendo uma dieta regrada e atividade física procure por ajuda de um médico, este sim poderá lhe orientar sobre se deve ou não utilizar algum destes remédios para emagrecer e também por quanto tempo o deverá fazer.

Outro alerta importante sobre remédios para emagrecer é que não é porque conhece alguém que toma e não tem nenhum efeito colateral que não terá também ao tomar, cada organismo reage de uma forma a medicamentos, portanto mesmo com orientação médica fique atenta a qualquer sintoma desagradável que possa surgir e caso aconteça informa imediatamente  a seu médico para que ele possa avaliar se deverá ou não continuar com esta medicação.

Para finalizar lembre-se de que os remédios para emagrecer vão ajudar a perder peso, porém se não mudar seus hábitos e alimentação certamente após parar de tomar os remédios acabará engordando novamente, portanto já sabe que a reeducação alimentar é realmente indispensável.

Fonte: www.hypescience.com